Welcome

Delete this widget from your Dashboard and add your own words. This is just an example!

Carta para o (meu) amor

domingo, 18 de setembro de 2011


Em todos os meus relacionamentos, me joguei de cabeça na esperança que o amor da pessoa que eu amei fosse verdadeiro e que para mim fosse eterno.. Infelizmente, e como previsto, isso não aconteceu. Mas ao quebrar minha cara, em nenhuma das vezes perdi meu coração. Ele se despedaçou, em alguns 1001 pedaços, mas com o tempo consegui reaquecê-lo e cicatrizá-lo. Essas inúmeras quedas não me tornaram fria, pois sei como é ser machucado por alguém assim, e eu não seria capaz de tratar quem eu amo com tal frieza! Amar, é uma palavra forte, você não acha? Amar é viver duas vezes, é se entregar de corpo e alma para alguém, que na verdade, tem controle sobre ti. Amar é punk, é pink é hard, entra em um nível de coragem e vontade, nunca visto e sentido antes. Amar é dar o melhor de ti para alguém, sem esperar retribuição, amar é muito mais do que uma palavra, e as pessoas a dizem como se fosse uma palavra qualquer! 
Enquanto escrevia tal texto, pensei em ti, que com um olhar faz com que meu coração dispare e que todas as minhas ilusões tenham um toque, mesmo que seja falso, um toque de verdade, pensei em ti que é a razão de tantos outros textos que faço, a razão dos meus sonhos e das minhas ilusões mais doces. ah meu amor, saiba que eu não escolhi me apaixonar por você, o meu coração que insistiu, e acho, que desta vez ele estava certo.

2 comentários:

estupidascartasdeamor disse...

"o meu coração que insistiu, e acho, que desta vez ele estava certo." QUE LINDO! Mas guria, me ensina a reaquecer e cicatrizar o meu ): Tá mais difícil do que eu pensei que fosse.

lu sales disse...

E quem disse que é fácil meu bem? Para ser sincera da última vez que juntei os pedaços que restavam do meu amor, demorei, me magoei, chorei tanto! ah como seria bom se fosse fácil né? Mas como dizem por ai: "nada que é bom vem fácil", acho que não há nada melhor do que se ver bem, independente não é?
Obrigado pelo comentário.
Seja sempre bem vinda!

Postar um comentário