Welcome

Delete this widget from your Dashboard and add your own words. This is just an example!

Carta para os meus verdadeiros amores.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011


Queridos, papai e mamãe.Há quanto tempo eu não os chamo assim? Ultimamente eu não tenho sido boa o suficiente para vocês, acho que não estou sendo boa suficiente nem para mim mesma, e, por mais que vocês achem que não, tudo está sendo muito difícil e doloroso para mim. E por incrível que pareça está sendo pior ainda escrever esta carta. Eu sei que não sou a filha perfeita, sei também que tenho muitos defeitos e que assim acabo magoando vocês, e acreditem, eu realmente gostaria de ser diferente! Apenas queria dizer que independente de tudo, de todas as brigas, os gritos, as noites sem dormir, as lágrimas, a culpa e as vezes, amor demais, apesar de tudo isso, eu me encho de orgulho em dizer que vocês são tudo para mim, e que sem vocês eu não seria absolutamente nada. Dedico tudo que eu tenho a vocês, que me deram a vida e me ensinaram a vivê-la com amor, não bastaria um obrigado, não bastaria nem mil obrigados, porque, não existe prova de amor maior do que isso! Dedico a vocês meus amores, que me ensinaram tudo que eu sei, que me ajudam a cada erro, que não me julgam por ser como eu sou, não existe nenhum obrigado que possa mostrar o quanto eu sou abençoada por ter vocês aqui comigo! 
Mãe, obrigada por brigar comigo, e dizer que eu preciso maneirar no adoçante, mesmo eu dizendo que dessa maneira não consigo tomar leite nem o suco, obrigado por me fazer entender o lado dificil da vida. Obrigado por me colocar no colo ( mesmo estando muito pesada e crescidinha para isso) e me ouvir, secar minhas lágrimas e dizer palavras de conforto, obrigado (eu acho) por achar que meus amigos da internet são pedófilos e estupradores de 72 anos e obrigado por sempre me dizer aquele sermãozinho chato antes de eu sair de casa. Obrigado por me acordar cedo e me fazer ir para escola. Obrigado por não me julgar, porque eu sei que não sou a filha perfeita, a aluna perfeita, a amiga perfeita, a conselheira perfeita, e mesmo assim você me ama como se fosse. As vezes eu acabo fazendo besteira, dizendo coisas inadequadas, respondendo coisas má educadas, falando alto e dizendo o que eu penso nas horas (totalmente) erradas, mas mesmo assim ai estão vocês, ajustando meus botões de funcionamento, regulando meus sorrisos e risadas, e deletando minhas lágrimas. Vocês sabem o quanto isso é importante para mim? O quanto significa?
ah pai, o que dizer do senhor? Se fosse escrever tudo, ai coitado dos meus followers! Tu es meu herói, meu porto seguro, a pessoa que vai fazer de tudo para me ajudar e me fazer rir nas horas de dor, é aquele cara que não falta um sorriso no rosto, um cara que eu me encho de orgulho em dizer: ” aiai, esse ai é meu pai”! Eu tenho a sensação que tu me conhece muito, mas do que qualquer um, talvez seja porque gostamos das mesma coisas, achamos graça das mesmas coisas, acho que é por isso, que você se destaca tanto na minha vida, não só por ter esse jeito brincalhão e gostar das mesmas coisas que eu, mas sim, porque é o senhor que decide o que fazer quando a coisa está feia, você é que nem eu (em mais um aspecto) é mandão, é pai, somos durões, cabeça quente e por isso, nos batemos as vezes, mas saiba, que a cada discussão nossa, acabo saindo dela te amando ainda mais!
Bom, essa carta é para vocês, meus amores, com todo o meu amor da sua “filhinha rebelde”

0 comentários:

Postar um comentário